PASTORAL DE CANTO - VOX DEI

banner-historia-paroquia-santo-antonio-limao

A história da paróquia Santo Antônio do Limão que completa 80 anos em novembro, confunde-se com a história do próprio bairro. No início do século XIX o Bairro do Limão era um sítio estabelecido numa várzea, quase sempre inundada pela cheia do rio, hoje conhecido como Tietê. O local possuía apenas uma escola, uma capela e umas 10 casas.

A Paróquia Santo Antônio foi criada porque muitos fiéis encaminharam um pedido ao Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de São Paulo, na época Dom Duarte Leopoldo e Silva, solicitando primeiramente a construção de uma capela, e posteriormente a ampliação da igreja como Paróquia.

A antiga capela, que foi construída em 1933, foi chamada de Santa Cruz. Após alguns anos mudou-se o nome para Capela Santo Antônio, pertencente à Paróquia São João Evangelista. Em 1939, Dom José Gaspar da Fonseca e Silva assinou o decreto de criação da paróquia. No mesmo ano, já foi nomeado o primeiro pároco o então padre, Monsenhor Vitorino Gandara Mendes. Após o falecimento de Padre Vitorino em 1978, seis padres passaram pela comunidade.

Em novembro a paróquia comemora 80 anos de existência e o número 715 da Avenida Celestino Bourrol já foi cenário de muitas histórias. Famílias que começaram aqui, amigos que se conheceram aqui, laços que foram criados na fé. Aqui você encontra mais detalhes sobre a história da Paróquia Santo Antônio do Limão